Quero aprender a programar - Desmistificação.

Apesar de parecer um bicho de sete cabeças para aqueles que estão iniciando nessa arte a única verdade é que: - Programar é fácil! Todo conhecimento que você precisa para ir de um programador iniciante ao avançado está disseminado pela internet, entretanto, se você se deparar com conteúdo em nível muito mais avançado que conhecimento que você possui você pode ficar frustrado ao não conseguir alcançar a compreensão daquele conhecimento.  Para que isso não aconteça você precisará escolher o conteúdo mais adequado ao nível de conhecimento que você possui e então gradualmente, quando ganhar confiança, avançar ao próximo nível.

Se você tem vontade de aprender a programar esse post tem algumas dicas pessoais para que você não desista logo nos primeiros obstáculos que encontrar pela sua jornada. Vamos iniciar tentando desmistificar alguns barreiras psicológicas comuns aos entusiastas:



Mito 1 - Programar é para de "gênios".


Como eu já disse lá em cima programar é fácil e qualquer pessoa pode aprender a criar programas legais e úteis em uma férias de inverno. Todos esses estereótipos atribuídos aos programadores são balela. A maioria dos programadores que eu conheci durante esses anos de carreira são pessoas dentro do que pode ser considerado normal com QIs dentro dos parâmetros aceitos para uma pessoa normal. Mas é claro, se você for gênio vai se destacar nessa área como se destacaria em qualquer outra, então não desista dessa área só porque eu disse que não precisa ser um gênio.

Mito 2 - Programar requer conhecimentos avançados de matemática.


No tempo que se programava com 0 e 1 ou em linguagem de máquina isso não era um mito. Ainda hoje certas áreas como Computação Gráfica, requerem algum conhecimento avançado de matemática. Outras aplicações podem até requere conhecimentos específicos em outras matérias e talvez a base de tudo seja matemática. Porém uma vasta gama de conhecimento específico atualmente é encapsulada em  pacotes de código conhecidos com bibliotecas. Essa bibliotecas criam abstrações encapsulando o conceito matemático e tornando-o transparente para o programador. Fora isso, para a grande maioria das aplicações não é necessário conhecimento matemático maior do que aquele que nos é ensinado no ensino fundamental.

Mito 3 - É preciso dominar a lingua Inglesa.


Se você joga video game, responda a seguinte pergunta: Você já deixou de jogar algum game maneiro porque ele estava em inglês? RPG não conta tá pessoal. Dominar a lingua inglesa pode ser uma grande vantagem para o programador iniciante tendo em vista que uma grande porcentagem do material disponível sobre o assunto na internet foi escrito nessa língua.  É verdade também que nas linguagens de programação de alto nível, porta de entrada para os programadores iniciantes, o conjunto básico de instruções é em inglês.

Entretanto o fator inglês não é motivo decisivo na aprendizagem da programação, pois vasta gama de material para aprendizado desta matéria também é encontrado em português e também você sempre vai poder contar com os fóruns e comunidades exclusivos de falantes da língua portuguesa. Além disso se você tiver um conhecimento básico do inglês e for um pouquinho perseverante rapidamente estará lendo fluentemente o material em inglês tendo em vista que por se tratar de uma comunicação muito técnica acaba sendo fácil aprender os principais termos e jargões utilizados. Quanto as instruções, acredito ser muito fácil decorar e aprender o significado de 20 ou 30 palavrinhas em inglês.

Se por acaso algum desses mitos representava obstáculo para que você desse início aos seus estudos. Deixa de bobeira e não perca o segundo artigo dessa série onde apresentaremos dicas para segundo passo a ser dado. Afinal o primeiro passo você já deu.
"O primeiro passo é sempre uma escolha." - Autor desconhecido 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Curtir publicações automaticamente no Facebook. Por que isso não é uma boa idéia?

BlueStacks - Agora é mais fácil rodar Android no seu PC ou Mac